Cadastre-se   Esqueci a senha?
Dicionário de português
Dicionário de português

Verbos - Dicionário

Verbos da língua portuguesa



ganhar prêmios por atividade cursos rapidos e baratos aula virtual







dicionario de verbos


dicionario sinonimos
dicionario de palavras
dicionario de frases
historias de amor
contador de palavras

+ em outras línguas:
verben (em alemão)
verbs (em inglês)
verbos (em espanhol)

Aprender uma língua:
Frases em inglês Frases em espanhol Frases em alemão




Verbos da língua portuguesa - Dicionário português

Verbos são palavras ou expressões variáveis em pessoa, número, tempo, modo e voz, que indicam fatos (nascer), ações (correr), estados (ficar) ou fenômenos (chover), são os verbos que determinam o tipo do predicado, que pode ser verbal, nominal ou verbo-nominal.
Pode-se conhecer a classe dos verbos a partir de três critérios:Xiu está ensinando

  • Significação
  • Forma
  • Função

Significação:
Quanto ao significado, o verbo é uma palavra que comunica como já foi citado:
Uma ação – Cláudio plantou uma árvore.
Um estado – Ele está feliz.
Um fenômeno da natureza – Chove muito no verão.

Forma:
O verbo é uma classe de palavra rica em informações. Uma palavra, consegue transmitir cinco informações:
a) O que? - O significado da palavra (o fato)
b) Quando? - O tempo em que aconteceu o fato
c) Como? - O modo como aconteceu o fato
d) Quem? - A pessoa que participou do fato
e) Quantos? - O Número de pessoas que participaram do fato

Ex.: Cant   a   re   mos
       o que?       quando?     quem?
                         como?     quantos?

Logo, a estrutura dos verbos são compostas pelo radical (invariável, que normalmente se repete), terminação verbal que é composta por três partes:  
Vogal temática – conjugação
Desinência pessoal – informa a pessoa e o número
Desinência temporal – informa o tempo e o modo

FUNÇÃO: no que diz respeito à relação com outras palavras da frase, o verbo é o núcleo do grupo verbal.
                                    ( grupo          verbal )
Ex.: As pessoas choravam desesperadamente.
                                (verbo)

Xiu está pesquisandoFlexões Verbais
Pessoa – varia a forma verbal para indicar a pessoa gramatical a que se refere:   

1ª pessoa – orador (que fala)
2ª pessoa – interlocutor (com quem se fala)
3ª pessoa – assunto (de que se fala)

Número – varia a forma verbal para indicar o número de sujeitos a que se refere:      

Singular – refere-se a um único sujeito. Ex: O menino fala.

Plural – refere-se a mais de um sujeito. Ex: Os meninos falam.

Tempo – Presente, Pretérito e Futuro


Modo
Indicativo: é quando um fato é concluído como real, positivo, sem haver nenhuma dúvida.
Ex.: Todos os dias faço ginástica.

Subjuntivo: é quando a ação é tida como duvidosa e incerta, indica possibilidade.
Ex.: Se ele me amasse estaríamos juntos.

Imperativo: é quando é imposta a um ouvinte uma ação, indica uma ordem, um pedido.
Ex.: Não saia.


Além dos modos verbais, existem as três formas nominais

Infinitivo que é formado pelo radical mais vogal temática mais desinência "r" e pode ser usado como substantivo.             
Ex.: andar, correr

Gerúndio é formado pelo radical mais vogal temática mais desinência "–ndo" e pode ter as funções de adjetivo ou de advérbio.
Ex.: andando, correndo; amanhecendo, ele acordará
                    
Particípio é formado pelo radical mais vogal temática mais desinência "–do",  pode ser usado como adjetivo.
Ex.: andado, corrido; roupa colorida, trabalho realizado


Voz – indica se o sujeito pratica ou recebe a ação pode ser:

Ativa – aquele que pratica a ação (agente)
Ex.: Nós compramos a casa.

Passiva – o sujeito sofre a ação (paciente) e pode ser:  
Analítica formada pelos verbos ser, estar ou ficar mais particípio do verbo da ação.
Ex.: O quadro é pintado com dedicação pelo artista.

Pronominal formada pelo verbo mais pronome oblíquo se e só pode ser usada na terceira pessoa.
Ex.: Compra-se material reciclado.    

Reflexiva – o sujeito pratica e recebe a ação, ao mesmo tempo, é formada pelo verbo seguido de pronome oblíquo.
Ex.: Eu me olhei ao espelho; A moça vestiu-se rapidamente.


Classificação dos Verbos

Regular: o radical não se altera, acha-se o radical de um verbo tirando-se as terminações "ar", "er" ou "ir" do infinitivo.

Ex.: abraç-ar, vend-er, permit-ir (radical)

Irregular: as terminações não seguem o modelo de sua conjugação, o radical não é regular.

Ex.: verbo ir – (presente do indicativo)
Eu vou
Tu vais
Ele vai
Nós vamos
Vós ides
Eles vão


Anômalo: possui mais de um radical na conjugação

Ex.: verbo ser
Sou, era, fui, serei, etc...

Defectivo: não possui todas as formas na conjugação

Ex.: verbo abolir (presente do indicativo)
Eu (não há)
Tu abolis
Ele/ela abole
Nós abolimos
Vós abolis
Eles/elas abolem


Auxiliar: não possui sentido próprio e acompanha outro verbo, ocorre então uma locução verbal.

Ex.: A noite vem caindo.

Os principais verbos auxiliares são: ser, estar, ficar, haver, ter, continuar, ir, vir, começar, acabar

O verbo auxiliar é flexionado. O verbo principal aparece no infinitivo, no gerúndio ou no particípio passado.

Abundantes: possui mais de uma forma para a mesma flexão.

Ex: A vela foi acesa após a missa.


o alfabeto dos verbos
A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z





© 2007-2016 by Dicionário online de português
Procure em mais de 5 milhões de palavras.
Sobre nós | Nossa história | Dúvidas? | Banner | Regras e termos de uso | Política de privacidade | Programa de Afiliados

Projeto de Conhecimento - a fim de promover o idioma português e reforçar a importância individual de palavras em português com aula virtual (perguntas e respostas), traduções em inglês, espanhol e alemão, significados, sinônimos e verbos. Seu dicionário português online.