Cadastre-se   Esqueci a senha?
Dicionário de português
Dicionário de português

Sua historia - Um final feliz



carros viaki
ganhar prêmios por atividade cursos rapidos e baratos aula virtual

historias de amor
primeira palavra
ultima palavra
contador de palavras

Envie sua história







dicionario de verbos
dicionario sinonimos
dicionario de palavras
dicionario de frases

Aprender uma língua:
Frases em inglês Frases em espanhol Frases em alemão

Aprendendo:
# Analisar uma frase
Ajudando:
# Frases para traduzir
Respondendo:
# Dúvidas com palavras

jogos online diversão para toda a familia







Um final feliz

escrito por Maria de fatima em 13. März 2010:


Oi estou aqui pra contar a vocês a minha historia e a da pessoa q amo.
Sera q um dia vamos ser felizes?
Minha historia começa assim,eu era casada a uns 8 meses com um homem maravilhoso não tenhu nada de mal pra falar dele,eu tenhu uma filha q na epoca tinha 1 ano e 5 meses q nâo era desse emu amrido e ele sabia disso,ele foi meu primeiro namorado e quando nos separamos arrumei um namoradinhu na escola e acabei engravidando dele so q nao queria ficar com ele,e me peguei desesperada por achar q tinha q manter um compromisso por causa da gravidez.Minha mãe me deu todo apoio e disse q eu nao presizaria ficar com ele se não quizesse e assim me separei dele e tive a minha filha sozinha,esse meu marido q ja avia sido meu namorado me pediu pra voltar quando voltei do hospital eu não amava ele mais gostava então decidi dar uma chance pra ele.Voltamos e começamos a namorar de novo,quando minha filha tinha 6 meses engravidei dele e ai ele me pediu pra morarmos juntos fui meio sem querer mais fui pois não queria ter um outro filho na casa da minha mãe so q eu estava muito assustada com tudo o q estava acontecendo (e so pra vcs terem uma ideia eu so tinha 17 anos e ele 29 ate ai tudo bem sempre me relacionei com homens mais velhos,)ai casamos alugamos um apartamento e fomos morar juntos tudo era maravilhoso(em termos) tinhamos amigos incomuns q sempre nos visitavão saimos muito pq eu adoro sair,so q eu estava me sentindo triste com tudo aquilo e apavorada por estar gravida,ai aconteceu o inesperado eu perdi o nenem meio q ja estava me acustumando ele ficou arrazado so q ele ja tinha 2 filhos de um casamento anterior tudo bem passando por tudo isso,ficamos bem de novo so q eu continuava triste me sentindo presa e depois q perdi o nenem mais ainda pq pra mi eu ja não tinha mais motivos pra continuar casada,eu queria me separar voltar a estudar,trabalhar,fazer cursos crescer profissinalmente e etc.
Então arranjei um emprego em uma padaria e pizzaria a noite e fiquei super feliz,eu poderia voltar pra casa quando quizesse minha mãe tem uma situação financeira boa e eu não presizava continuar casada so q não queria deixar ele por ele me amar muito não queria q ele sofrece então estava esperando o melhor momento pra q pudesse ir embora bem com ele.Comecei a trabalhar na padaria de manha das 6:00 as 15:00,ate ai tudo bem,o emprego era maravilhoso tudo estava indo bem ate q...a minha patroa me pede para trabalhar na pizzaria nos fins de semanas a noite tudo bem pra mim eu pegava as 15:00 e saia as 00:00,ai aconteceu.
(me lembro como fosse hoje)
Ele entro de chinelo brando,bermuda verde,blusa branca, e mochila nas costas,careca corpo atletico,o homem mais lindo q ja tinha visto na minha concepção,ai virei pra minha colega de trabalho e disse -Nossa olha aquele cara q entro entro na loja q lindo.-
Ele veio na minha direção e entrou...e isso mesmo ele entrou,ele era o pizzaiolo de la ele trabalhava la no mesmo lugar q eu so q ele so trabalhava nos fins de semana por isso nunca tinha visto ele,eu fiquei super atormentada ficava envergonhada d entrar pro interior da padaria e dar de cara com ele.Ai comecei a pensar nele 24 horas por dia,não conseguia parar era uma coisa muito estranha,quando ia pra casa não queria ficar com meu marido,tinha meio q um certo nojo dele eu so queria ele o Carlos Eduardo ele era o unico pra mim,então decidi me separar para conquistar ele,peguei minhas coisa fui pra casa da minha mãe com aminha filha e continue no tyrabalho.
Ai começou o jogo de sedução olhares trocados,pequenas palavras(q pra mim era tudo) ate q um dia estavamos conversando e uma colega do serviço estava perguntando pra todas nois quem acavamos o mais bonito da padaria todas respoderão quem elas achavam so q eu achei estranho pq ele conserteza era o mais bonito so tinha hoem feio la quando eu disse q achava o Dudu o mais bonito elas disseram-ta louca- ele ja tem dona coisa q eu não sabia então fiquei sabendo por elas q rolava um affai entre ele e a irmã da dona da padaria q era nossa gerente da tarde fiquei frustada não dava pra competir com ela,mais ai q a vontade foi maior o desejo de tira-lo dela de ter a atenção dele toda pra mim.
Eu comecei a ir com as minhas melhores roupas,não dava atenção para ele,passava por ele com um andar sedutor,tentava chamar a atenção dele mais nada de conseguir,ate q um dia sem q eu espere uma colega do serviço me disse q ele estava me chamando para sair com eles depois do espediente pra uma casa de show,eu disse q não podia pq tinha q trabalhar no outro dia cedo,ela disse para ele que disse pra ela q eu durmia no carro dele ai descansaria,mais mesmo assim não fui nem eles tambem era so pra puxar assunto,tinha começado o jogo de sedução entre nois dois.
Teve um dia q era aniversario de um colega de la do serviço e sempre depois do expediente a gerente* cortava uma torta pra comemorar nesse dia ele estava do meu lado depois de me deliciar na torta ele veio e disse q o lado da minha boca estava suja e limpou aquele toque dele em mim foi tudo,enlouqueci so ficava pensando.
Começamos a conversar no serviço,ele vivia me mandando indireta, e eu fingindo q não intendia.
Um dia uma amiga minha de la me chamou pra ir a um baile la com ela a filha dela e ele eu aceitei.No fim do expediente fui pra casa dela me arrumei e ele foi nos buscar quando estavamos chegando la dei de cara com meu ex marido na porta e decidi não ficar a minha amiga ficou la com a filha,eu e ele saimos e fomos para um ligar mais reservado,começamos a conversar e eu perguntei se era verdade sobre ele e a nossa gerente ele disse q mais ou menos nunca tinha ficado com ela nem nada mais sentia alguma coisa por ela eu fiquei super chatiada mais continue,em meios de conversa nos beijamos e foi o beijo mais gostoso q alguem me deu,não foi so um beijo com a boca senti q foi com o corpo tambem,depois disso não nos tratamos la essas coisas.
Eu trabalhava de dia durante a semana e so encontrava com ele nos fins de semana a tarde,eu ligava pra ele,so q ele nunca atendia nunca estava,era horrivel.Eu ficava esperando chegar o fim de semana pra ver ele,ai nesse fim de semana ele foi um fofo na hora do lanche comprou uma coca de 600ml pra mim estava me tratando super bem ai começamos a ficar direto sempre q saiamos do serviço ficavamos juntos ate as 5:00 da madruga conversando namorando,ele era inteligente,bonito,tudo q eu sempre quiz,ele começou a vir me buscar em casa me levar pro serviço em dias de semana nos fins de semanas nois chegavamos juntos na padaria ate q um dia a minha patroa me chamou e me falou um monte de coisa sobre ele, e q era pra mim pensar melhor,ela estava me dando uma carta de intimaçao ou o trabalho eu ele?
Eu sai do escritorio dela chorando ele foi atraz eu não disse nada e fiu embora,no outro dia nois dois conversamos e eu decidi sair do trabalho,ele me levou pra conhecer a familia dele ele conheceu a minha e a minha filha começamos a namorar e não nos desgrudamos mais todos q nos viam diziam q eramos o casal perfeito,ele era locamente apixonado por mim e eu por ele,ele se tornou o meu porto seguro o meu chão o meu tudo e eu tam,bme era o dele,senpre durmiamos juntos na minha casa ou fora as noites eram cheias de amor,paixão,carinho tudo q qualquer pessoa no mundo queria ele sempre foi perfeito me enchia de presentes tudo q eu queria ele me dava,fazia declarações de amor em pulblico,mais ai começou os problemas ele sempre foi muito desconfiado,ciumento e não me passava q confiava em mim eu ficava muito chatiada com isso pq vivia pra ele,como ele naum queria q eu trabalhace ele arranjou um dinheiro emprestado,e montamos o nosso proprio negocio um salão de cabelereira,eu estava no meu augi com isso e com ele trabalhamos duro pra conseguir montarmos ele,nois mesmos pintamos fizemos a obra,colocamos tudo q podiamos colocar la dentro,minha mãe nunca gostou muito dele e sempre implicou com ele so q eu nunca liguei pq sempre amei muito ele,comecei a trabalhar no salão coma a intençao de podermos casar montarmos a nossa casa do nosso jeito,eu passei aperto come ele quendo a minha mãe não queria q ele fosse na minha casa eu durmia na loja com ele,eu trabalhava ate tarde e quando não tinha mais condução continuava na loja mesmo assim ele continuava tenho crises de ciumes de mim,naum confiava,as veses chegava a ficar violento por pensar q eu tinha outra pessoa eu naum tinha tempo nem pra ir embora quanto mais pra tem outra pessoa,mas tudo bem como eu o amava de mais ele tentava passar por cima de tudo.Um dia ele me fez uma surpresa maravilhosa,ele me levou a um hotel e ele mesmo tinha colocado petalas de rosas,velas tinha ficado um sonho,eu estava me sentindo a mulher mais feliz do mundo,so q como sempre ao irmos embora uma briga horrivel aconteceu e eu falei q naum dava mais depois de uma noite maravilhosa veio a tempestade, eu ja naum estava mais aguentando as desconfianças dele.
Mesmoa assim como minha mãe implicava muito com ele decidi aluguei um lugar e fui morar com ele,foram tempos tanto bons como ruins eu acordava com ele me dando cafè da cama com tudo q tem direito me tratava como uma rainha msi mudava do nada ficava bravo achando q eu mentia pra ele as veses me dizia coisas horriveis e u sempre debatia com ele,ate q um dia ele me fez uma ameaça me disse q teria q me dar uma surra de toalha molhada pra q eu aprendesse a respeitar ele mesmo sabendo q ele era incapaz de fazer por conhece-lo muito bem e saber q ele estava nervoso fiquei chocada com as palavras dele.Liguei pra minha mãe e contei tudo chorando muito triste quando menos percebi minha mãe chegou com um frete pra pegar as minhas coisas e me levar embora de volta pra casa naum recla,ei e tirei as minhas coisas do salão e da minha casa e fui embora,no camonhu eu chorava muito e por dentro sabia q naum era aquilo q eu queria no dia 23/12/2008 eu me separei dele no dia 25/12/2008 nois voltamos mais ja naum era a mesma coisa a familia dele ja naum me olhava com a mesma feição de antes e eu me sentia mal com aquilo so queria ser feliz com o homem q escolhi pra mim mais naum consegui ser forte e suportar tudo aquilo e em uma briga boba na minha casa mandei ele ir embora e ele foi e naum voltou mais,então decidi "curtir" vida nois dois tinhamos meio q entrada pra igreja pra q o ciume dele diminuice como naum tinha adiantado,naum quiz mais ir pra igreja.Comecei a sair direto com minha irmã arranjei amigos novos,amigas tambem comecei a beber e fumar coisa q com ele nunca faria,so q sempre sonhava com ele e sentia sua falta mais naum quaria mais voltar com ele,cheguei a ter reencontros com ele a vontade de cair nos barços dele era demais mais pensava na familia dele como reajiria e naum queria isso pra ele, com aminha eu me resolveria ate pq todos aqui sabem o quanto eu amo ele mais tinha medo por ele.Em junho do ano passado conheci uma pessoa e comecei a me relacionar com ela mais sem esquecer o Eduardo,descobri q estava com uma doença muito seria em novembro do ano passado a primeira pessoa q decidi contar foi ele, mandei um email pra ele falando tudo logo em seguida ele me procurou desesperado sempre dizendo q me amava e q naum tinha me esquecido,como eu ele tambemtinha medo eu sei disso mais ele queria voltar acompanhou mesmo de longe tudo q pasei ligava pro hospital,falava comigo e etc.Mas mais uma vez naum tive força pra reagir e enfrentar tudo por ele,me separei dessa pessoa q eu estava e fui pra São paulo em janeiro pra tentar esquece-lo e começar uma nova vida sem o eduardo,naum consegui ficar longe da minha filha e percebi q mesmo q eu esteja em São paulo o sentimento vai estar la pq o amor q sinto por ele naum esta no ambiente esta em mim.
Voltei pro Rio em fevereiro estou montando o meu salão de novo sozinha agora,mais me sinto vazia ate agora naum tive coragem de falar com ele,nem sei se terei,a unica certeza q tenhu eq naum posso morrer sem ter uma conversa sincera e finalizadora com ele.
Sera q vou ter um final feliz algum dia?
So quero esse final se for com ele...
Obrigada por me da essa oportunidade de falar oq sinto...






© 2007-2018 by Dicionário online de português
Procure em mais de 5 milhões de palavras.
Sobre nós | Nossa história | Dúvidas? | Banner | Regras e termos de uso | Política de privacidade | Programa de Afiliados

Projeto de Conhecimento - a fim de promover o idioma português e reforçar a importância individual de palavras em português com aula virtual (perguntas e respostas), traduções em inglês, espanhol e alemão, significados, sinônimos e verbos. Seu dicionário português online.