Cadastre-se   Esqueci a senha?
Dicionário de português
Dicionário de português

Sua historia - A minha doença é você



carros viaki
ganhar prêmios por atividade cursos rapidos e baratos aula virtual

historias de amor
primeira palavra
ultima palavra
contador de palavras

Envie sua história







dicionario de verbos
dicionario sinonimos
dicionario de palavras
dicionario de frases

Aprender uma língua:
Frases em inglês Frases em espanhol Frases em alemão

Aprendendo:
# Analisar uma frase
Ajudando:
# Frases para traduzir
Respondendo:
# Dúvidas com palavras

jogos online diversão para toda a familia







A minha doença é você

escrito por mix em 23. März 2010:


Conheci um garoto a mais ou menos cinco anos atraz. fiquei encantada eu tinha apenas 15 anos e ele 24, mais parecia ter 17, tinha um sotaque paulistano, moreno, carinha de bebe... começamos a conversar primeiro por celular e depois pessoalmente, ele não morava na mesma cidade que eu então não podiamos nos ver sempre; foi quando ele falou que queria me namorar, eu aceitei mais tinha que falar com os meus pais. Quando cheguei em casa e falei para minha mãe ela mandou eu me afastar dele, por ele ser um cara bem mais velho do que eu. Eu não fiz o que ela mando.. estava super apaixonada e ele era tão carinhoso, dedicado... sem contar que era o primeiro garoto a me beijar e me enchia de elogios e mimos, que eu não podia deixa-lo... depois de cinco meses juntos, minha mãe descobrio e me tirou do colegio onde eu estudava para me colocar no que ela trabalhava... chorei muito, pois, não teria mais chance de ve-lo, então ele me propos que eu fosse morar com ele e eu aceitei... arrumei minhas malas e quando minha mãe saio para trabalhar fui até o local combinado, que seria a casa de uma prima dele, fiquei horas esperando ele, foi quando ele ligou e disse que não iria me buscar, que eu voltasse para minha casa pois minha mãe estava coberta de rasão, eu era uma garota nova e ele já com seus 24 anos, não queria destruir minha vida e ainda disse: -te quero muito, mais a diferença de idade nos atrapalha, vc é linda e sei que vai se recuperar rapido. não fique com raiva de min, mais não posso estragar duas vidas, principalmente a sua. tchau, beijos, eu te amo.
voltei para casa como se nada houvesse acontecido, fiquei triste mais de certa forma entendi, ficamos sem nos falar durante 2 anos, foi quando conhheci um garoto legal, com a mesma idade que eu, cheio de sonhos e começamos a namorar, meus pais o adoravam e nois dois nos davamos super bem, depois de 2 meses com esse garoto ele voltou a me ligar, então falei pra ele que estava namorando... depois de 1ano e 3 mese ele voltou a ligar, disendo que estava doente e iria morrer, precisava me ver pela utima vez, eu disse que não, ele insistiu e não resistir. marcamos num lugar e quando cheguei la, real mente ele estava magro, um pouco palido e me falou o seguinte: -não posso ir sem te sentir pela ultima vez, preciso de vc, fica comigo.. O que eu fiz foi um erro, te perdi, e agora estou morrendo por tua falta , fica comigo, larga tudo, vem e jamais te deixarei. Eu fiquei sem saber o que fazer e fui para casa chorand. Encontrei meu namorado na escola e ele estava conversando com a ex dele, fiquei brava e terminei tudo, talvez eu só queria um adesculpa para terminar e me jogar de cabeça nessa loucura ... foi o que fiz, procurei ele e disse que iria ficar com ele para sempre porque o amava... Ele me pedio uma prova desse amor e disse-me que se eu realmente o amasse me entregaria a ele, fiquei assustada mais ele falou que eu já tinha 18 anos e sabia o que eu sentia e queria. estava nervosa mais estava feliz porque iria ser com ele, quando estavamos nos beijando minha mãe chegou na casa da prima dele, invadiu e me pegou no quarto sem blusa, brigou comigo, falou que preferia me ver morta que me ver com ele, me levou para casa e comprou uma passagems para outro estado bem longe do que agente morava, disse que eu ficaria lá e nunca mais veria ele...
Meu mundo caiu e fiquei desolada, depois de 1 ano voltei e agora com 20 anos e ele com 29 ainda continuamos a nos encontrar escondidos, não entedo o motivo de tanta raiva da minha familia por ele, nunca dei a prova que ele queria e ele está muito bem de saúde, faço faculdade e é la que nos encontramos, penso em casar com ele, mais ele não toca mais nesse assunto, sinto que depois de tantas coisas ele já não senti a mesma coisa por min, as vezes acho que se eu me entregar pra ele, ele vai me redescobrir, mais fico com medo que ele se afaste de min e eu fique aqui sozinha e mulher dele... não fiz isso ainda por falta de coragem... mais eu não possso perde-lo, sou louca, doente, viciada por ele as vezes acho que preciso de tratamento... mais não o deixo por nada neste mundo, cada encontro nosso é um esconderijo diferente, um risco novo e o medo que minha mãe descobra e afaste dele novamente, certo dia ouvi meu pai falando que ainda bem que esse namirico acabou (ele q pensa) porq se não tivesse akbado ele processaria ele por ter me seduzido ainda de menor... estou lutando por ele e vou continuar, ainda que minha familia não aceite esse amor.






© 2007-2018 by Dicionário online de português
Procure em mais de 5 milhões de palavras.
Sobre nós | Nossa história | Dúvidas? | Banner | Regras e termos de uso | Política de privacidade | Programa de Afiliados

Projeto de Conhecimento - a fim de promover o idioma português e reforçar a importância individual de palavras em português com aula virtual (perguntas e respostas), traduções em inglês, espanhol e alemão, significados, sinônimos e verbos. Seu dicionário português online.